O que a “extrema-direita” NÃO é?

extrema-direta, extrema-esquerda, nazismo, comunismo, direita, esquerda

O número de referências à “extrema-direita” na mídia comum é cerca de 6 vezes maior que o número de referências à “extrema-esquerda” (quem duvida basta conferir a aba “notícias” do Google).

Um observador desatento concluiria que as fileiras da extrema-direita são mais numerosas e astronomicamente mais perigosas que as da extrema-esquerda, que parecem beirar a inexistência, visto que praticamente não são mencionadas.

Mas afinal, o que é e o que NÃO é a extrema-direita? Seria o caso que qualquer um com valores direitistas públicos e bem definidos poderia ser classificado como de extrema-direita? Ou alguém que seja pró-capitalismo, pró-valores ocidentais e pró-cristianismo já é automaticamente de extrema-direita?

“Extremo” é um adjetivo que indica grau. Um extremado em alguma coisa é alguém que crê ou age radicalmente em nome de algo. O que parece indicar que entre um defensor de uma ideia e um defensor extremado da mesma ideia só há, de fato, diferença de grau, mas não de natureza, isso funciona para os conceitos de extrema-esquerda e extrema-direita?

Descubra e confira em detalhes ouvindo o podcast abaixo:

Ouça também no
Spotify |Deezer | Itunes | Youtube

📺 Assine e tenha acesso ao teatro das idéias, guia bibliográfico e o grupo do Telegram: OliverClub
——
📱 Podcast OliverTalk nas melhores plataformas: podlink.to/oliver
——
📺 Entre para nossa lista VIP e não perca mais nenhum episódio:
olivertalk.com/lista/
——
📺 Loja de roupas de Romanini: bit.ly/2lAfTSp
——-
📺Canais Oliver: linktr.ee/olivertalk
📺Canais André Assi Barreto: http://linktr.ee/aassibarreto

Deixe seu comentário

Você também vai gostar

Episódio 95