OR #3: Gramsci e os cadernos da Guerra Cultural

gramsci, antonio gramsci, gramsci frases, antônio gramsci, hegemonia gramsci, a nova era e a revolução cultural fritjof capra & antonio gramsci

Chegamos ao terceiro episódio da série Os Revolucionários! O personagem de hoje é o pensador italiano Antonio Gramsci (1891-1937), autor de obras como Cadernos de Cárcere e O Príncipe Moderno.

Antonio Gramsci é um pensador central para todos que pretendem enteder a cultura marxista, movimento e mente revolucionários.

Gramsci é o responsável por uma mudança teórica essencial em relação a Marx: o campo de batalha da revolução não é a economia e o meio não são as armas, mas é a cultura e o meio são as ideias. Ainda que Gramsci tenha sido alçado a herói pela esquerda revolucionária europeia na década de 1960, o italiano é ainda mais importante para compreender a história política brasileira a partidas das décadas de 1980 e 1990.

Porém, além de ideias equivocadas, erradas, imorais e que partem de princípios fundadores falsos, a vida de Marx é recheada de episódios suspeitos, que seriam considerados complexos para qualquer ser humano, mas especialmente problemáticos para um sujeito que acreditava que a classe proletária lideraria uma revolução salvadora e que pode ser considerada reguladora de todo o restante da sociedade. Marx, como sabemos, não era proletário e tampouco teve muito contato com proletários, exceto, talvez, sua empregada, em quem gerou um filho bastardo.

Diz Scruton, em síntese das ideias de Gramsci:

“Sob o capitalismo, a classe burguesa sustenta o poder não somente porque controla os meios de produção, mas também por que ela estabelece uma “hegemonia ” sobre toda a sociedade civil e o Estado, reservando para si mesma os órgãos do governo e as posições-chaves de influência em todas as instituições da sociedade civil. Religião, educação, comunicação, quer dizer, toda atividade que traz embutida a ordem social existente recai sob o regime do controle burguês.”

Ainda, Scruton nos lembra que, para Gramsci, a sociedade é composta de uma série de “pequenas instituições, associações, padrões de comunicação e reação” etc. e que estabelecer uma hegemonia e tomar e controlar cada uma delas, que todas sejam como células de ação do Partido Comunista, tal como fez o fascismo. Qualquer semelhança com um certo país latino-americano não é mera coincidência.

Ouça todos os detalhes no episódio número 3 da série.

Romanini da Wake Up Imperium

Escute também no
Spotify |Deezer | Itunes

Escute os episódios anteriores da série:

Ouça também no YouTube:

Quer aprender mais e entender como funciona o mundo? Então assine o nosso programa cultural OliverClub.

Quem assina se torna aluno da nossa escola Teatro das Idéias quem estuda os livros clássicos mais importantes da história da humanidade.

Recebe também a nossa revista mensal Chronus, que contém a bibliografia de nossos podcasts e um artigo exclusivo sobre cultura.

Ainda tem a nossa série sobre a “Vida Intelectual” que te oferece ferramentas práticas para fazer você ficar mais inteligente.

E muito mais. Assine.

Revista Chronus, Teatro das Idéias, Telegram, Vida Intelectual, Grupo no Telegram e muito mais

Tudo isso por apenas R$ 29,90 por mês. Menos de um real por dia. Ainda tem 7 dias grátis para testar.

Assine aqui.

📱 As 4 aulas sobre as raízes filosóficas do globalismo, as 5 aulas da Semana do Globalismo, a live de tira-dúvidas exclusiva para os alunos que acontecerá em novembro e 3 meses de OliverClub.

Compre por esse link: http://olivertalk.com/curso-globalismo/

📺 Assine e tenha acesso ao Teatro das Idéias, guia bibliográfico e o grupo do Telegram: OliverClub
——
📱 Podcast OliverTalk nas melhores plataformas: podlink.to/oliver
——
📺 Entre para nossa lista VIP e não perca mais nenhum episódio:
olivertalk.com/lista/
——
📺 Loja de roupas de Romanini: bit.ly/2lAfTSp
——-
📺Canais Oliver: linktr.ee/olivertalk
📺Canais André Assi Barreto: http://linktr.ee/aassibarreto

Deixe seu comentário

Você também vai gostar

Episódio 4