fbpx

VI #8: O quadro ideal do saber

sertillanges,sertillanges a vida intelectual,ortega,ortega y gasset

Como bem alertou Luciano Oliveira no episódio anterior da série “A vida intelectual”, “o pais ficou reduzida à Universidade. O senso comum tem a impressão que cultura se limita a professores e alunos de uma instituição oficial de ensino”. A solução para isso está no estabelecimento de um “quadro ideal do saber”.

Na continuidade da nossa reflexão, chamo a atenção para uma aparente contradição: o “especialismo” moderno constitui barbárie, mas qual deve ser nossa posição diante da multiplicidade de conhecimentos disponíveis?

Seria a resposta para essa indagação o enciclopedismo? Ou seja, devemos buscar o conhecimento em extensão? Sertillanges nos ensina que não, o enciclopedismo não é a alternativa diante da barbárie especialista.

A alternativa é conhecimento amplo, amparado em um sistema – a sugestão de Sertillanges é o tomismo, o “quadro ideal do saber” – para o quadro teórico da situação e uma especialização prática – profissional, por exemplo, pois não é possível dominar todos os conhecimentos a ponto de ser capaz de trabalhar em todas profissões.

Diz Sertillanges: “é preciso compreender tudo, mas com o objetivo de conseguir fazer alguma coisa” (p. 102, ed. É Realizações) e “Saibam o que decidiram saber e deem uma olhada no restante” (p. 103, idem).

Abaixo encontra-se uma prévia da aula, para vê-la completa, basta assinar o OliverClub. Vá rápido, pois o tempo é a única coisa que não volta.



Mas como fazer isso? Ah, o conteúdo continua em vídeo para os assinantes do OliverClub.

Assine e faça parte de nossa escola de formação cultural.

As aulas sobre a vida intelectual são mensais. Ficam gravadas para quem não puder assistir.

Revista Chronus, Teatro das Idéias, Telegram, Vida Intelectual, Grupo no Telegram e muito mais

Tudo isso por apenas R$ 29,90 por mês. Menos de um real por dia. Ainda tem 7 dias grátis para testar. Assine o OliverClub aqui.

Deixe seu comentário

Você também vai gostar

Episódio 5